Vinho Verde

IG – Minho e DOC – Vinho Verde
Geral

Tudo é verde nesta região! Desde as vinhas até à densa vegetação e ao próprio vinho, que deve o seu nome não à cor do néctar mas sim por, antigamente, se colherem as uvas ainda pouco maduras e por isso, verdes. 

Actualmente, tal já não acontece e a região deve o seu nome à densa vegetação e à paisagem verde a perder de vista!

Enoturismo

Terra da emblemática casta Alvarinho, a região dos Vinhos Verdes é bonita em qualquer altura do ano, mas especialmente encantadora durante a primavera, em que as cores dos jardins floridos contrastam com o verde das vinhas, tornando a paisagem ainda mais inesquecível!

A região do Vinho Verde tem uma vasta oferta de atividades de natureza. Não só pode visitar vinhas e provar vinhos únicos, como pode explorar a incrível paisagem do Parque Natural Peneda-Gerês ou aventurar-se num dos inúmeros desportos aquáticos que o rio Lima e Minho têm para oferecer. 

Cidades a visitar: Porto, Amarante, Braga, Viana do Castelo e Ponte de Lima

icon
Castas principais

Principais castas brancas: Alvarinho, Loureiro, Avesso e Trajadura

Principais castas tintas: Vinhão

Os vinhos brancos desta região caracterizam-se por serem frescos, com alta acidez, secos e muito frutados. 

Se bem que o branco é aquele que torna mais famosa o Vinho Verde, também o tinto deve ser provado. Além de uma alta acidez e adstringência, o Vinhão é uma casta com muita cor e sabor bastante intenso. Não é um sabor consensual, mas sem dúvida não o vai esquecer!

Qualquer um dos vinhos deve ser provado com algumas especialidades locais como o leitão e a lampreia.

Image 1
Image 2
Image 3

Localização

ADEGAS PARA VISITAR

Feel & Soul-Douro Wine Tourism
A Feel and Soul é uma experiência vínica na região dos Vinhos Verdes, com vista para o rio Douro, que lhe propõe, sentir com a alma.
 
Descarregue a versão mobile
Trustpilot

SUBSCREVER

Regista o teu e-mail para receber notícias e atualizações

Este site utiliza cookies da Google para disponibilizar os respetivos serviços e para analisar o tráfego. O seu endereço IP e agente do utilizador são partilhados com a Google, bem como o desempenho e a métrica de segurança, para assegurar a qualidade do serviço, gerar as estatísticas de utilização e detetar e resolver abusos de endereço.